Panetone vira presente e seu consumo dispara

Categoria ganha 7 milhões de novos lares e seu consumo começa cada vez mais cedo, em outubro
05 setembro 2022
panetone panettone bolo frutas presente
David Fiss
David
Fiss

Client Service & New Business, Brazil

Entre em contato
O panetone virou presente. Graças à imensa oferta de tipos e sabores e aos diferentes níveis de sofisticação, o produto tem conquistado mais consumidores e cada vez mais cedo. No ano passado, ao contrário do que acontecia até 2020, as compras começaram em outubro.

De novembro de 2021 a janeiro de 2022, em comparação com o mesmo período anterior, a categoria ganhou mais compradores, e a penetração passou de 52,4% para 65,3%, o que representa um aumento de 24,6%, ou seja, mais de 7 milhões de novos lares. Os desafios para a continuidade do crescimento, entretanto, são o gasto por viagem ao ponto de venda, que caiu 13,9%, e a frequência de compra, que diminuiu 5%. E ainda que o preço médio esteja somente 1,2% mais alto, o gasto por comprador despencou 18,5%.

O destaque fica para o volume de panetones presenteados no último final de ano, que representou 36,4% da importância da categoria de novembro de 2021 a janeiro de 2022. A penetração de panetones para presente passou de 19,7% para 32,9% pontos, quase 8 milhões de novos lares para a categoria no período.

A regiões que mais se destacou em panetones presenteados foi o interior de São Paulo. Entre os tipos de panetones presenteados, os com gotas de chocolate representam 41%, os de frutas cristalizadas 33% e os recheados 25%. O perfil de consumidores que se destaca quando o assunto é panetones presenteados é a classe média e mais sênior.

A inflação leva as famílias a aumentarem o gasto em suas compras de consumo massivo. O preço médio unitário aumentou 15% apenas neste último trimestre, porém o ticket médio caiu 1%. No último ano, a categoria de Panetones aumentou apenas 1,2% seu preço médio.
A expectativa é que em 2022 o consumo se inicie novamente em outubro, porém com o cenário de inflação e bolso mais apertado, o consumidor deverá fazer escolhas e isso irá gerar desafios de ticket.

A nova realidade traz a necessidade da indústria de repensar preço de acordo com o consumo per capta, trabalhando mix de tamanhos e sortimento. Trabalhar preço e promoção ideal serão chave para otimizar margem e conquistar consumidores. 

O nosso estudo de Panetones contou com a participação de mais de 10 mil lares, entre novembro de 2021 e janeiro de 2022.
Entre em contato
Conteúdos Relacionados
Ração conquista novos compradores, mas vê queda na frequência de compra este ano e ecommerce se destaca
As ocasiões de consumo no lar cresceram 20% em comparação ao pré-pandemia
Brasileiros simplificam rotina de higiene e beleza para driblar a crise